25/03/2020 17h12 - Atualizado em 25/03/2020 17h15

Após caso confirmado de coronavírus, Ivo Ferreira critica governo de Cerro Grande do Sul

Prefeito de Camaquã lamentou que o município vizinho não fechado seu comércio
Por: Kevin Oswaldt / Acústica FM Foto: Arquivo / Acústica FM
Após caso confirmado de coronavírus, Ivo Ferreira critica governo de Cerro Grande do Sul

O prefeito de Camaquã, Ivo Ferreira, proferiu duras críticas contra o governo de Cerro Grande do Sul, após a confirmação do primeiro caso de coronavírus na região. A declaração foi dada em coletiva de imprensa, realizada na tarde desta quarta-feira (25), na prefeitura de Camaquã.

Sem citar nomes, o chefe do executivo de Camaquã declarou que o prefeito de Cerro Grande do Sul e a secretária da Saúde do município “pecaram” na condução da crise enfrentada com a pandemia do coronavírus. Ferreira explicou que todos os municípios do Consórcio Intermunicipal do Centro Sul decidiram por adotar medidas de enfrentamento à doença, exceto Cerro Grande do Sul.

Para o prefeito de Camaquã, a ação do município vizinho de não fechar o comércio e parar a cidade é uma “bomba” que estourou em Camaquã, mas também pode afetar outros municípios: “Pode trazer um grande problema, não só para Camaquã”, declarou.

Na coletiva, o governo de Camaquã anunciou que não há nenhum caso confirmado no município, já que a paciente de 58 anos foi atribuída a Cerro Grande do Sul. Ainda foram descartados outros três casos suspeitos da doença, chegando a um total de dez.

Deixar um comentário