06/02/2020 16h49 - Atualizado em 06/02/2020 17h21

Corpo de Bombeiros precisa de mais de R$ 2 milhões para aquisição de equipamentos

Comandante Simoni Baldi explicou a situação em entrevista na manhã desta quinta
Por: Valesca Luz / Acústica FM - Foto: Valesca Luz / Acústica FM
Corpo de Bombeiros precisa de mais de R$ 2 milhões para aquisição de equipamentos

O Corpo de Bombeiros que atende em Camaquã e região atualmente está passando por dificuldades financeiras. A comandante Simoni Baldi participou ao vivo do programa Primeira Hora na manhã desta quinta-feira (06) e detalhou as dificuldades que a corporação enfrenta. O orçamento inicial apurado nesta semana atinge os R$ 2.613.417,58.

Uma lista indica os equipamentos que a corporação precisa, as necessidades correspondem desde alicates, chaves, cone, pá de corte, tripé de iluminação, tesoura entre outros. A lista de materiais que são usados em incêndios, corte de árvores e emergências chega a 189 itens, somando em R$513.556,58.

A corporação ainda precisa adquirir equipamentos de proteção individual, como bota, capacete, luva de combate a incêndio, óculos de proteção, roupa de proteção de motosserra entre outros. O investimento nesta área fica no total de R$ 325.930,00.

Conforme entrevista nesta manhã, a corporação possui quatro veículos disponíveis para atendimento, no entanto, três deles estão em condições irregulares. A lista ainda aponta a necessidade de equipamentos que removam pessoas presas em acidentes (desencarcerador completo) que são itens como cilindro, corrente de tração, maleta de acessórios e outros. O valor necessário para adquirir estes materiais corresponde a R$ 235.151,00.

O quartel ainda carece de manutenção, reforma e aplicação do aquartelamento. Além de um armário de EPI, para guardar materiais contaminados após atendimentos em incêndios.

Durante a entrevista, um ouvinte sugeriu a criação de uma vaquinha online que possa arrecadar recursos financeiros, o projeto solidário deve iniciar em breve. A Rádio Acústica FM irá apoiar campanha. Ainda outro ouvinte doou uma serra sabre, após perceber a necessidade da corporação.

Assista a entrevista completa:

Deixar um comentário