04/09/2019 10h35 - Atualizado em 04/09/2019 10h59

Gaúcho morador de Miami relata situação da cidade em relação ao furacão Dorian

Leonel Ribeiro passou a infância em Arambaré e aos 13 anos foi estudar em Nova York
Por: Valesca Luz / Acústica FM - Foto: Valesca Luz / Acústica FM
Gaúcho morador de Miami relata situação da cidade em relação ao furacão Dorian

Nesta terça-feira (04) o programa Primeira Hora conversou ao vivo com o morador de Miami Carlos Leonel Ribeiro sobre a rotina da cidade em relação ao furacão Dorian. O furação atingiu as Bahamas deixando sete pessoas mortas apenas nesta terça-feira, o sistema se desloca lentamente ao longo do litoral dos Estados Unidos na forma de uma tempestade de intensidade dois.

Conforme Ribeiro que possui família em Arambaré, a tempestade não atingiu a região dele: ”graças a Deus o furação não nos atingiu, mas estamos atentos”, comemorou. Ele afirmou que por meio de sistemas tecnológicos é possível identificar quando o furacão se aproxima, a categoria, o destino e a velocidade: “os radares ajudam a população a se proteger dos furacões”, aponta.

Nessas épocas de tempestade, a situação fica precária na região, quatro dias antes da chegada do furacão os postos de combustíveis já não tem mais gasolina, falta água e luz por cerca de duas semanas, os estabelecimentos também ficam prejudicados: “é necessário reforçar a segurança das residências”, afirma.

Confira a entrevista na íntegra:

Deixar um comentário