23/08/2019 09h29 - Atualizado em 23/08/2019 09h29

Vereador apresenta projeto para batizar ciclovia da Faixinha de Camaquã

Local pode ganhar nome de ciclista morto em 2017
Por: Kevin Oswaldt / Acústica FM Foto: Arquivo Pessoal
Vereador apresenta projeto para batizar ciclovia da Faixinha de Camaquã

O vereador Marcelo Gouveia protocolou na Câmara de Vereadores de Camaquã, nesta quinta-feira (22), o Projeto de Lei Legislativo 26/2019, que batiza a ciclovia da Av. Cônego Luiz Walter Hanquet, a Faixinha. O local pode ganhar o nome de Luis Renato Moch, conhecido “Renatinho”, ciclista morto em acidente de trânsito.

O ciclista foi atropelado no dia 7 de maio de 2017, em Boa Vista do Sul, por um motorista que fugiu do local sem prestar socorro. “Renatinho” participava do desafio de Audax 300 km, quando foi atropelado e não resistiu aos ferimentos. A morte do ciclista comoveu a comunidade esportista gaúcha. Em Camaquã, cerca de 150 ciclistas participaram do cortejo de Renatinho.

Na justificativa do projeto, Marcelo Gouveia destacou que Renatinho foi pioneiro entre os ciclistas da cidade a participar das provas do Audax: “Assim como em tudo em sua vida, Renato dedicou-se ao ciclismo com empenho e responsabilidade, mostrando a importância da segurança e prudência no esporte”, diz o documento.

Em 2017, a câmara já havia aprovado o Requerimento com o Apoio do Plenário nº 66 de 2017, de autoria do mesmo vereador. A proposta foi encaminhada ao Executivo como uma sugestão, mas acabou não avançando.

Deixar um comentário