12/02/2019 10h11 - Atualizado em 12/02/2019 10h11

Em reunião com a gerente da Corsan, vereador busca esclarecimentos

Gestora justificou faltas frequentes e cor estranha da água
Por: Kevin Oswaldt / Acústica FM Foto: Reprodução / Facebook
Em reunião com a gerente da Corsan, vereador busca esclarecimentos

Em uma reunião com a gerente da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), Cláudia Viana, o vereador Marcelo Gouveia cobrou esclarecimentos da companhia sobre os problemas enfrentados pelos camaquenses nos últimos meses. Os moradores pedem soluções para as frequentes faltas de água e ainda para a mudança de cor da mesma.

De acordo com o vereador, a gestora justificou que nos últimos dias houve mais rompimentos que o habitual, o que ocasionou as faltas de água. Cláudia destacou que está fazendo o possível para atender toda a população, apesar do pequeno quadro de servidores.

Sobre a cor da água, a gerente declarou ao vereador que ocorre quando a água retorna após uma manutenção. A gestora tranquilizou a população e informou que a cor se trata de resíduos antigos de Manganês, depositados ao longo dos anos na rede. Com a pressão de ar somada a da água, o mineral acaba se soltando e indo parar nos pontos terminais da rede.

Cláudia ainda informou que a cor escura é inofensiva à saúde, apesar de não indicar o consumo. Moradores que se sentirem prejudicados podem acionar a unidade de Camaquã. A ligação para o 0800 646 6444 é o jeito mais fácil de acionar a equipe, pois o chamado vai diretamente para a equipe, que normalmente já está nas ruas.

Deixar um comentário