21/01/2019 10h51 - Atualizado em 21/01/2019 10h51

WhatsApp limita os reenvios de mensagens a cinco destinatários

O WhatsApp, que tem 1,5 bilhão de usuários, está tentando encontrar formas de impedir o uso indevido do aplicativo
Por: Acústica FM - Foto: Reprodução
WhatsApp limita os reenvios de mensagens a cinco destinatários

O serviço de mensagens WhatsApp está limitando para cinco o número de vezes que um usuário pode reenviar um texto, em uma tentativa de combater a disseminação de informações falsas e rumores, afirmaram executivos do aplicativo nesta segunda-feira (21). “Estamos impondo um limite de cinco mensagens em todo o mundo a partir de hoje”, disse Victoria Grand, vice-presidente de comunicações do WhatsApp, em um evento na Indonésia.

Anteriormente, um usuário do WhatsApp poderia reenviar uma mensagem para 20 outros usuários ou grupos. O limite de cinco reenvios expande para nível global uma medida que o WhatsApp colocou em prática na Índia em julho, depois da disseminação de rumores em mídias sociais que levaram a assassinatos e tentativas de linchamento.

O WhatsApp, que tem 1,5 bilhão de usuários, está tentando encontrar formas de impedir o uso indevido do aplicativo, em meio a preocupações globais de que a plataforma está sendo usada para disseminar notícias falsas, fotos manipuladas, vídeos fora de contexto e boatos transmitidos por mensagens de áudio.

A encriptação de ponta a ponta do aplicativo permite que grupos de centenas de usuários troquem textos, fotos e vídeo fora do alcance de checadores de fatos ou mesmo da própria plataforma. O WhatsApp lançou uma atualização para ativar o limite, afirmou diretor de comunicações do WhatsApp, Carl Woog.

Durante as eleições de 2018 no Brasil, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sugeriu que o WhatsApp adotasse o limite de encaminhamentos de mensagens para conter notícias falsas. Isso fazia parte de uma proposta elaborada pela SaferNet, que também envolvia eliminar o botão de encaminhamento ao lado de mensagens de áudio e vídeo. Na época, o aplicativo disse que não adotaria essas mudanças por questões técnicas.

Responder em particular

O WhatsApp liberou a possibilidade de responder a usuários de grupos em particular no iPhone. O recurso já estava em testes no Android e veio ao iOS junto de mais ferramentas para o 3D Touch da plataforma da Apple.

A partir da versão 2.19.10, que foi liberada na App Store, os usuários podem tocar com mais pressão no título de um grupo de mensagens, para receber informações sobre atualizações dos status dos contatos que estão lá dentro. Outra novidade é que quem tem iPhone também pode responder, de forma privada, uma mensagem enviada em um grupo.

Para responder direto para uma pessoa específica, é necessário tocar na mensagem recebida dentro do grupo, depois tocar em “Mais” e em seguida em “Responder em particular”. Neste momento é aberta uma conversa com o remetente da mensagem em grupo, para uma resposta em particular.

Deixar um comentário