12/01/2019 15h22 - Atualizado em 12/01/2019 15h38

Em dois anos, família teve prejuízo de R$ 25 mil mas recebeu apenas R$ 4 mil da CEEE

Produtores do Bonito sofrem com queda de luz quase em todas as semanas
Por: Kevin Oswaldt / Acústica FM Foto: Arquivo / Acústica FM
Em dois anos, família teve prejuízo de R$ 25 mil mas recebeu apenas R$ 4 mil da CEEE

Uma família de produtores rurais que reside no distrito do Bonito, no interior de Camaquã, sofreu um grande prejuízo com faltas de energia elétrica da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE). A produtora Aline Sonemann entrou em contato com a Acústica FM, na manhã deste sábado (12), e descreveu seu transtorno com a companhia.

A história iniciou em 2017, quando a família perdeu duas fornadas de fumo, após ficar 20 horas sem luz. Na ocasião, ocorreu um acerto com a CEEE, sem que fosse necessário entrar na justiça. A família recebeu uma indenização de R$ 3 mil, apesar de o prejuízo ter sido em torno de R$ 10 mil.

Já em 2018, ocorreram novos prejuízos causados pela falta de energia elétrica. Mas dessa vez, a indenização veio em um valor bem menor que o esperado. A família de produtores ficou mais de 32 horas, causando a perca de três fornadas de fumo. O prejuízo foi superior a R$ 15 mil, enquanto a indenização foi de apenas R$ 980,00. “Agora estamos na justiça, mas eles não estão querendo pagar porque já fizeram um acerto”, alegou Aline.

A produtora ainda ressaltou que, quase toda semana, cai a chave no Bonito: “Tem galhos perto da rede, qualquer vento ou galho que cai já desliga”, explicou. Segundo ela, a CEEE alega que ocorre uma sobrecarga nessa época, devido ao número de estufas ligadas. Para que haja troca do local da rede, a família precisaria arcar com R$ 3 mil. 

Deixar um comentário