17/08/2017 19h21 - Atualizado em 17/08/2017 16h21

Ataque terrorista deixa pelo menos 13 mortos em Barcelona

Homem atropelou várias pessoas com uma van, no passeio central da Avenida La Rambla, um dos principais pontos turísticos da cidade
Ataque terrorista deixa pelo menos 13 mortos em Barcelona

Uma multidão foi atropelada por uma van, nesta quinta-feira (17), na Avenida La Rambla, um dos principais pontos turísticos de Barcelona. Segundo comunicado oficial do Ministro do Interior da Catalúnia, Joaquim Forn, pelo menos 13 pessoas morreram e 50 ficaram feridas. Um dos autores do ataque foi morto. A polícia local trata o atropelamento como um atentado terrorista.

Segundo o jornal La Vanguardia, um dos responsáveis pelo ataque conseguiu fugir com a van por cerca de 3 quilômetros, mas acabou morto pela polícia, depois de uma troca de tiros.

Fontes policiais também identificaram e prenderam outro suspeito de envolvimento no atentado. Driss Oukabir, um magrebino — natural da região de Magreb, formada por Marrocos, Argélia, Tunísia Saara Ocidental e Mauritânia — teria alugado a van usada no atropelamento.

De acordo com o jornal, a van passou em alta velocidade, em zigue-zague por cerca de 530 metros. Uma segunda van, localizada na cidade de Vic, a cerca de 60 quilômetros ao norte de Barcelona, também pode ter sido usada no ataque.

Os policiais evacuaram os arredores da praça Catalunya, incluindo as ruas Ronda Universitat e Pelayo, em um perímetro de 200 metros, segundo o El País. As estações de trem Paral·lel, Drassanes, Liceu, Catalunya e Pg. de Gràcia também foram fechadas.

A polícia pede que as pessoas se comuniquem com familiares por redes sociais, já que houve um colapso nas linhas telefônicas da cidade.

Até o momento, nenhum grupo reivindicou a autoria do atentado.

Deixar um comentário