11/05/2017 18h45 - Atualizado em 11/05/2017 15h45

Ciclistas organizam pedalada em homenagem a Luís Renato Moch

Atletas farão rota até o local do acidente que vitimou Renatinho
Por: Kevin Oswaldt / Acústica FM Foto: Divulgação
Ciclistas organizam pedalada em homenagem a Luís Renato Moch

Um grupo de ciclistas está realizando uma pedalada, em homenagem a Luís Renato Moch, que morreu ao ser atropelado por um veículo, durante a prova do Audax 300 km, realizada em Boa Vista do Sul. A ação está programada para o próximo sábado (13), a partir das 15h, com largada no restaurante Culinária da Serra, situado no km 85,5 da RS-453, em Carlos Barbosa, no trevo de acesso a Marcorama.

Os atletas farão uma rota de 3,5 km até o local do acidente que vitimou Renatinho. A morte do ciclista comoveu a comunidade camaquense e os esportistas gaúchos. Diversas páginas e sites especializados demonstraram consternação pela perda do amigo atleta, vítima da imprudência no trânsito no último sábado. Renatinho, como era conhecido pelos amigos, integrava a Equipe Triplo X de Ciclismo.

Na manhã de segunda-feira (8), a comunidade camaquense se despediu do atleta. Cerca de 150 ciclistas abriram o cortejo, que iniciou às 9h30, em frente à Funerária Jardim, e seguiu até o cemitério Bom Pastor, onde Renatinho foi sepultado por volta das 10h30.

Investigação

O delegado de polícia de Garibaldi, Clóvis Rodrigues de Souza, divulgou na tarde desta terça-feira (09) em uma coletiva de imprensa o nome do condutor acusado de atropelar o camaquense. Conforme o delegado, Samuel Lumi, de 24 anos e morador de Carlos Barbosa, se apresentou de forma espontânea à polícia. Na noite do crime, o motorista fugiu do local sem prestar socorro. O homem informou que não prestou assistência ao ciclista por temer represálias e violências, e responderá ao inquérito policial em liberdade.

Deixar um comentário