24/04/2017 17h48 - Atualizado em 24/04/2017 14h48

Técnico mata menino de 10 anos e comete suicídio no Uruguai

Felipe Romero, de 10 anos, foi encontrado morto no sábado
Por: Zero Hora - Foto: Reprodução/Facebook
Técnico mata menino de 10 anos e comete suicídio no Uruguai

O menino Felipe Romero, de 10 anos, foi encontrado morto a 150 quilômetros de Montevidéu, capital do Uruguai, no último sábado. Ele estava desaparecido desde a quinta-feira, quando sumiu na saída da escola. As informações são da BBC Brasil. O ex-técnico de futebol de Felipe, Fernando Sierra, teria assassinado a criança e cometido suicídio em seguida — os corpos dos dois foram encontrados na mesma localidade.

Sierra foi técnico de Felipe por pouco tempo nas categorias de base do Club Defensor de Maldonado, mas os dois criaram uma relação de proximidade. Felipe era filho de Luis Romero, jogador de futebol local, mas que era um "pai ausente", segundo relatos. Sierra e Felipe passaram a fazer atividades juntos, o técnico levava o garoto nos treinos e na escola.

Recentemente, no entanto, a psicóloga de Felipe viu comportamentos estranhos no menino e pediu à mãe para que ele deixasse de ver Fernando Sierra. A mulher confrontou o treinador, que teria dito:

— Se não posso mais ver o Felipe, eu me mato.

De acordo com a BBC, Sierra foi buscar Felipe na escola na última quinta-feira sem a autorização da mãe do menino — mas, como era normal a presença do técnico, ninguém suspeitou.

— Ele levava e trazia Felipe dos treinos, das partidas, andavam juntos para todos os lados, ele o tratava como se fosse seu filho, e Felipe o tratava como se fosse seu pai. Por mais de uma vez, Felipe o chamou de papai — diz Myriam Sosa, dirigente do Club Defensor Maldonado.

Deixar um comentário