Educação

No pós-pandemia governo federal focará na educação, diz presidente do FNDE

Estratégia foi revelada durante entrevista a Rádio Acústica FM na ExpoGramado
Por: Valesca Luz/Acústica FM
Publicado em: 06/10/2021 às 09h31
Atualizado em: 06/10/2021 às 09h46
No pós-pandemia governo federal focará na educação, diz presidente do FNDE Fotos: Acústica FM

O governo federal altera o foco do desenvolvimento brasileiro através da educação no período pós-pandemia, de acordo com o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Marcelo Lopes da Ponte. O gestor esteve presente na ExpoGramado, nesta semana, junto do ministro da Educação, Milton Ribeiro e autoridades.

Em entrevista a reportagem da Acústica FM, ações que visam conter os prejuízos da educação estarão no foco do governo brasileiro: “ano da pandemia, médico e hospital, pós-pandemia professor, escola e educação”, afirma.


De acordo com João Elicio, representante de relações institucionais do FNDE, as demandas do Brasil se baseiam em como solicitar orientações para obras inacabadas, documentos que ligam o órgão ao Fundo após possíveis vencimentos. O programa prorrogou a repactuação até 30/12. Outras demandas dos municípios são pagamentos de obras em andamentos e solicitação de novas demandas para os próximos quatro anos.

O ministro da Educação, também durante o evento, criticou o período de fechamento das escolas, apesar das condições de biossegurança promovidas contra a disseminação de coronavírus. O MEC pretende realizar um diagnóstico para retomada da educação no Brasil. 

Durante fala apontou o conflito político, discutido na pandemia: “meu receio é uso político, a educação está acima de política, os prejuízos das crianças são grandes”, declara. O foco é diagnosticar a situação atual para conter prejuízos.

Confira:

">