Política

"Não faremos nenhuma aventura", diz Bolsonaro sobre valor do Auxílio Brasil

Presidente reafirmou confiança em Guedes, após semana com declarações polêmicas e pressão do mercado
Por: Lennon Haas/Acústica FM
Publicado em: 22/10/2021 às 16h05
Atualizado em: 22/10/2021 às 16h06
"Não faremos nenhuma aventura", diz Bolsonaro sobre valor do Auxílio Brasil Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Durante visita ao Ministério da Economia nesta sexta-feira (22), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que tem total confiança no trabalho do ministro da Economia, Paulo Guedes. Ele também disse que o governo não fará “nenhuma aventura” na área econômica.

A reunião entre Bolsonaro e Guedes ocorre após uma semana conturbada, com forte pressão do mercado, e variações do dólar e da bolsa, diante de declarações polêmicas do ministro da Economia. Na última quarta-feira (20), Paulo Guedes falou em uma espécie de “licença” para furar o teto de gastos do governo, visando pagar o Auxílio Brasil, programa que substituirá o Bolsa Família, no valor de R$ 400.

Na quinta-feira (21), quatro secretários do Ministério da Economia pediram demissões de seus cargos, alegando “motivos pessoais”.

Nesta sexta-feira, Bolsonaro afirmou que o Auxílio Brasil será pago com responsabilidade.

"Deixo claro a todos os senhores: esse valor decidido por nós tem responsabilidade. Não faremos nenhuma aventura.”, afirmou.

Bolsonaro também confirmou que deve pagar um auxílio de R$ 400 para caminhoneiros autônomos, como uma forma de amenizar danos financeiros causados pela alta dos combustíveis. O presidente, porém, novamente não explicou de onde sairão os recursos.