Esporte

Inter conquista ponto importante no Castelão

Depois do embate pelo Brasileirão, o Inter disputará duelo decisivo na terça (05/07)
Por: Fábio Lima | Acústica FM
Publicado em: 04/07/2022 às 08h54
Atualizado em: 04/07/2022 às 08h55
Inter conquista ponto importante no Castelão Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Em duelo da 15ª rodada do Brasileirão de 2022, o Inter empatou em 1 a 1 com o Ceará, fora de casa, na noite deste sábado (02/07). Moisés marcou o gol do Clube do Povo no confronto, disputado no Castelão, e levou o Colorado aos 25 pontos na tabela do país. Pelo Nacional, o time de Mano Menezes voltará a campo às 20h do próximo dia 11, no Beira-Rio, contra o América-MG.

Depois do embate pelo Brasileirão, o Inter disputará duelo decisivo na terça que vem (05/07)! Às 21h30, o Colorado enfrentará o Colo-Colo-CHI no jogo de volta das oitavas de final da CONMEBOL Sul-Americana. Mais de 30 mil ingressos já foram comercializados, montante que esgotou os lugares disponíveis nas áreas livres do Gigante, mas ainda restam lugares nas cadeiras superior e inferior. Garanta presença

O Inter precisou de apenas 20 segundos para assustar o Ceará pela primeira vez. Dono da saída de jogo, o Colorado direcionou sua posse para o campo de ataque, e viu Wesley Moraes aparecer com espaço na área alvinegra. De perna direita, o centroavante mandou colocado, tirando tinta do poste esquerdo do goleiro Vinicius. Apoiado por sua torcida, o time da casa respondeu à blitz alvirrubra com perigoso cabeceio de Gabriel Lacerda, que saiu em tiro de meta.

Wesley teve nova oportunidade aos 15, quando recebeu assistência de Heitor, tomou a frente da jogada e chutou mascado. A receita da jogada foi copiada pelo Ceará quatro minutos mais tarde. Lançado pela esquerda, Iury só foi parado com pênalti, que Lima converteu. Foi então que o Inter mostrou força mental para não se abalar, e assim chegou ao gol de empate. Servido por ótimo cruzamento de Taison, Moisés cabeceou para as redes.

Os 20 minutos finais do primeiro tempo foram de amplo domínio colorado. Primeiro, Kaique arriscou de fora da área, viu a bola desviar em Messias e quase trair Vinicius, mas o goleiro esbanjou reflexo para fazer a defesa. Logo depois, aos 30, Caio teve espaço dentro da área, mas sua finalização, abafada pela zaga, valeu somente um escanteio para o Inter.

Taison transformou o escanteio em nova chance de gol. De novo na segunda trave, cobrou sem força, na medida para Kaique, que agora tentou de cabeça. Teimosa, a bola explodiu no poste e até tomou o caminho do gol, mas foi defendida, em cima da linha, por Vinicius. Já na defesa, Keiller brilhou com importante defesa diante de chute de Iury.

A melhor oportunidade colorada no segundo tempo apareceu logo aos quatro minutos. Depois de um primeiro tempo em que flertou com o posto de artilheiro, Kaique decidiu ser garçom, e serviu Wesley. O chute mascado do centroavante foi defendido, na pura base do reflexo, pelo goleiro, que também teve o apoio de sua zaga para afastar o rebote. Thauan, na sequência do lance, ainda assustou, mas com arremate bloqueado.

Com o correr dos minutos, o excessivo rigor da arbitragem para marcar faltas, somado aos consecutivos erros de passe de um lado e outro, transformou o roteiro da partida. Truncado, o jogo até voltou a ter seu placar alterado, em cabeceio do alvinegro Iury, mas o lance acabou anulado pelo VAR.

 

Assessoria de Imprensa / Internacional