Receio em escolas do RS

Escolas gaúchas entram em alerta após receberem ameaças de “massacre”

Polícia Civil do estado foi acionada para investigar e identificar os autores das ameaças
Por: Gil Martins
Publicado em: 19/04/2022 às 09h27
Atualizado em: 19/04/2022 às 14h42
Escolas gaúchas entram em alerta após receberem ameaças de “massacre” Foto: Divulgação

O clima é de intensa preocupação entre a comunidade escolar de dois educandários gaúchos, que foram alvo de ameaças de ataques para este mês de abril. As duas escolas ficam localizadas na região da Serra Gaúcha.

- Siga a Acústica no Google notícias tocando aqui

Uma delas fica na cidade de Farroupilha, onde uma das ameaças teria sido escrita na porta de um banheiro, com os dizeres: “Massacre dia 15/4”. Como não havia aula na data devido ao feriado, dias após surgiu uma nova ameaça, prometendo um “estouro” na escola nesta quarta-feira (20).

Foi formalizado um registro junto da Polícia Civil, que iniciou as investigações para identificar o autor ou autores da ameaça. Não se descarta a possibilidade de que tudo tenha sido uma “brincadeira de mau gosto”, segundo as primeiras averiguações.

- Receba todas as notícias da Acústica no seu WhatsApp tocando aqui!

O fato é que as ameaças causaram medo entre a comunidade escolar, principalmente após a escola ter sido alvo de vandalismo recentemente. Vidros e câmeras de segurança foram quebrados, e portas foram forçadas por pessoas ainda não identificadas.

Uma outra escola gaúcha também foi alvo de ameaças recentemente. Desta vez, o alvo das ameaças foi a Escola Estadual de Ensino Fundamental Ismael Chagas Barcellos, em Galópolis.

Um boletim de ocorrência foi feito após ameaças surgirem, prometendo um “massacre” para o dia 29 de abril. As aulas estão ocorrendo normalmente, enquanto equipes da Polícia Civil seguem com as investigações sobre o caso.