Justiça

Denunciado homem que espancou e matou aposentado após discussão por motivo fútil

Mesmo caída, a vítima continuou a ser agredida violentamente pelo ofensor
Por: Gil Martins | Acústica FM
Publicado em: 04/07/2022 às 14h25
Denunciado homem que espancou e matou aposentado após discussão por motivo fútil

O Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) denunciou na última sexta-feira, 1º de julho, um homem de 32 anos por homicídio triplamente qualificado cometido contra o aposentado Linton Ferreira. O crime aconteceu no dia 4 de junho deste ano na Rua João Telles, Bairro Bom Fim, em Porto Alegre.

- Receba todas as notícias da Acústica no seu WhatsApp de graça tocando aqui!

As qualificadoras são motivo fútil, mediante recurso que dificultou a defesa do ofendido e com emprego de meio cruel.

Conforme a promotora de Justiça Lúcia Helena de Lima Callegari, a vítima foi atingida por diversos golpes e chutes, inclusive na cabeça. A certidão de óbito aponta que a causa da morte foi “traumatismo cranioencefálico”.

Siga a Acústica no Google notícias e receba nossas informações de graça tocando aqui 

“O ilícito ainda foi cometido mediante recurso que dificultou a defesa do ofendido, tendo em vista que, mesmo caída, a vítima continuou a ser agredida violentamente pelo ofensor, com inúmeros golpes, sem que pudesse esboçar reação de defesa ou fuga”, finalizou Lúcia Helena.

Na peça, a promotora explica que o motivo fútil está caracterizado porque as agressões decorreram de uma discussão banal entre o denunciado e a vítima por questões de expressões ditas como “capeta” e “diabo”. A qualificadora de meio cruel se justifica pelo fato de o denunciado ter arrancado parte da orelha da vítima, além de desferir chutes violentos contra sua cabeça, mostrando agressividade desmedida e causando-lhe sofrimento desnecessário.