Coronavírus

Covid-19: risco de morte se mostrou 11 vezes maior entre não vacinados, mostram novos dados do CDC

O risco de ser hospitalizado foi quase 19 vezes maior neste grupo
Por: Lennon Haas/Acústica FM
Publicado em: 15/10/2021 às 16h18
Atualizado em: 15/10/2021 às 16h19
Covid-19: risco de morte se mostrou 11 vezes maior entre não vacinados, mostram novos dados do CDC Foto: Divulgação/SES-RS

Conforme dados publicados pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), o risco de morrer por covid-19 foi 11 vezes maior em adultos não vacinados do que em adultos totalmente vacinados no país. As estatísticas são referentes ao mês de agosto.

Os não vacinados tiveram um risco seis vezes maior de testar positivo para covid-19 ao longo do mês e, na última semana de agosto, o risco de ser hospitalizado foi quase 19 vezes maior neste grupo.

Os dados do CDC mostram que o risco de morte por Covid-19 em adultos não vacinados diminuiu nas últimas semanas, conforme o avanço da vacinação, devido ao número menor de casos e, consequentemente, de transmissão. 

Na última semana de agosto, as taxas de mortalidade de Covid-19 entre adultos não vacinados eram cerca de 30% mais baixas do que na primeira semana do mês, caindo de uma taxa de incidência de 13 mortes por 100.000 pessoas para cerca de 9 mortes por 100.000 pessoas.

As taxas de risco apresentam variação conforme a faixa etária. A taxa de hospitalizações por covid-19 entre adultos com menos de 50 anos é cerca de 15 vezes maior para pessoas não vacinadas do que para pessoas totalmente vacinadas.

Para aqueles com idade entre 50 e 64 anos, a taxa de hospitalização é 31 vezes maior para os não vacinados. E para aqueles com 65 anos ou mais, a taxa de hospitalização é 16 vezes maior entre os não imunizados.