Search
Camaquã
17°C
Camaquã
17°C
Pedágios

Conselheiro do Tribunal de Contas é contrário a renovação de contrato da Ecosul

Edson Brum defende nova contratualização para concessão do trecho
Foto: Rodrigo Vicente/Acústica FM
Foto: Rodrigo Vicente/Acústica FM

O Conselheiro do Tribunal de Contas do estado do Rio Grande do Sul, Edson Brum, diz ser contrário a renovação de contrato da concessionária que administra as cinco praças de pedágio da região sul do estado. Ele disse que o correto seria a extinção do atual contrato e a formalização de uma nova contratualização.

Receba todas as notícias da Acústica no seu WhatsApp tocando aqui!

Brum esteve presente na sessão solene para eleição e posse da Mesa Diretora 2024/2025 da Assembleia Legislativa do estado do Rio Grande do Sul, na tarde desta quarta-feira (31). Durante entrevista que concedeu a Rádio Acústica FM, ele descreveu a harmonização do tribunal de contas do estado com os três poderes, mesmo sendo um órgão fiscalizador deles.

Quando questionado sobre as polêmicas que envolvem os pedágios do sul do estado, ele disse que há um contrato vigente para que a Ecosul preste os serviços e cobre por eles, desde que esta cobrança não ultrapasse o que foi estipulado na contratualização.

“Nenhum ministro vai poder julgar diferente daquilo que foi contratado. Se está no contrato que é aquele valor, não tem o que o tribunal fazer”, disse Brum.

O conselheiro acredita que deve ocorrer uma pressão política para que o atual contrato seja extinto e seja instituído um novo, que possua cláusulas condizentes com a realidade atual da região

Acompanhe a entrevista na íntegra:

Tags: Cidades, Costa Doce, Política, Região, Rio Grande do Sul