Search
Camaquã
21°C
Camaquã
21°C
COP10

Comitiva brasileira é barrada na Conferência da OMS sobre o controle do tabaco

Em entrevista, o deputado estadual Marcus Vinícius (PP) falou sobre as solicitações junto ao embaixador brasileiro no Panamá
Foto: Acústica FM
Foto: Acústica FM

A comitiva gaúcha foi impedida de acompanhar a 10ª Conferência das Partes (COP10) da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco (CQCT), que ocorre no Panamá. Em entrevista para Rádio Acústica FM, o deputado estadual Marcus Vinícius de Almeida (PP), falou sobre o encontro com o embaixador brasileiro no Panamá, Carlos Henrique Moojen de Abreu e Silva, para tratar sobre a participação no evento.

Receba todas as notícias da Acústica no seu WhatsApp clicando aqui!

“Nós, deputados, e os jornalistas brasileiros fomos barrados na COP-10 sem explicação”, relatou o parlamentar. Segundo ele, o embaixador relatou dificuldades com a organização do evento em ser mais assertivo, em busca da liberação do acompanhamento da comitiva brasileira com a condição de observadores do evento.

Durante a conversa foi solicitado a Abreu e Silva uma interlocução dele junto à Organização Mundial da Saúde (OMS), Itamarati, Ministério das Relações Institucionais e Ministério da Comunicação. Visto que, os jornalistas brasileiros, foram convidados a se retirar do evento, sob o argumento que repórteres que tiverem relação com o agronegócio são proibidos de participar da conferência. “Todo mundo passou, menos a imprensa brasileira”, enfatizou.

“Muita gente que está aqui usa a bandeira da saúde como pano de fundo para combater o agronegócio brasileiro”, ressalta Almeida. Que conclui, “não faço apologia ao tabagismo, mas este evento é antidemocrático e só quer ouvir um lado, países que não produzem e querem determinar tendências de produção e consumo no mundo inteiro”.

Tags: conferência, Cop10, Fumo, Panamá, Tabaco