Blogs

Publicado em 06/02/2019

A FANTÁSTICA FÁBRICA DE ROMBOS

Por: Gilberto Simões Pires Foto: Divulgação

MAIOR PROBLEMA

Pela enésima vez volto ao assunto PREVIDÊNCIA que, inequivocamente é o MAIOR PROBLEMA do nosso empobrecido Brasil, incluindo aí a União, Estados e Municípios. Esta enorme encrenca, como tenho referido inúmeras vezes, se transformou numa FANTÁSTICA FÁBRICA DE ROMBOS NAS CONTAS PÚBLICAS E EXAGERADA INJUSTIÇA SOCIAL.

 

QUADRO DANTESCO

Diante deste QUADRO DANTESCO, pintado com tintas que revelam a soma dos mais injustos e excessivos privilégios concedidos ao setor público com o equivocado REGIME DE REPARTIÇÃO, cujas contribuições dos trabalhadores são absolutamente insuficientes para atender à despesa da folha dos aposentados, só vou descansar depois da aprovação das medidas que levem ao FECHAMENTO DA FÁBRICA.

 

ESPECULAÇÃO

Pois, neste momento em que se especula, de todas as formas e cálculos, qual projeto de REFORMA DA PREVIDÊNCIA deverá ser encaminhado ao Congresso Nacional, o que mais vejo é uma costumeira confusão promovida por boa parte da mídia, carregada de enormes doses de bobagens que são ditas a toda hora sobre o GRANDE E MAIOR PROBLEMA.

 

EXPOSIÇÃO DO QUADRO PINTADO EM 2018

Como o assunto é muito sério, volto a expor o QUADRO DANTESCO da edição do ano de 2018, aproveitando o estudo feito pelo economista Ricardo Bergamini, 

- Em 2018 o INSS, ou Regime Geral de Previdência Social, destinado aos trabalhadores de segunda classe (empresas privadas) com 97,5 milhões de participantes (65,1 milhões de contribuintes e 32,4 milhões de beneficiários) gerou um ROMBO PREVIDENCIÁRIO da ordem de R$ 192,5 bilhões (déficit per capita de R$ 1.974,35). 

- Em 2018 o Regime Próprio da Previdência Social destinado aos trabalhadores de primeira classe (servidores públicos) – da UNIÃO, 26 ESTADOS, DF e 2.123 MUNICÍPIOS mais ricos, com apenas 10,4 milhões de participantes (6,4 milhões de contribuintes e 4,0 milhões de beneficiários) gerou um ROMBO PREVIDENCIÁRIO da ordem de R$ 187,1 bilhões (déficit per capita de R$ 17.990,39).

 

ROMBO TOTAL

Somando os ROMBOS, - Em 2018 a PREVIDÊNCIA SOCIAL total (RGPS + RPPS) gerou um ROMBO de R$ 379,6 bilhões, que foram cobertos com impostos pagos por todos os brasileiros, como os desempregados e os empregados informais sem carteira de trabalho assinada, contingente este composto de quase a metade da população economicamente ativa. 

Detalhe: esses grupos de excluídos estão pagando para uma festa da qual jamais serão convidados a participar.

 

DETALHE

Este esclarecimento precisa ser dito e repetido centenas de milhares de vezes até que seja definitivamente compreendido. A mídia, quando se interessa pelo tema, só destaca o ROMBO do INSS, que em 2018 foi de R$ 192, 5 bilhões, deixando de fora o estúpido e catastrófico ROMBO promovido pela Previdência dos Servidores Públicos, que, em 2018, somou R$ 187,1 bilhões. 

Detalhe: mesmo com uma boa e certeira REFORMA, a PREVIDÊNCIA seguirá, por muito tempo, sendo DEFICITÁRIA. Afinal, o estoque, que não é pequeno, precisará ser honrado.

Deixar um comentário