Nirvana: filha de Kurt Cobain manda resposta ácida ao "bebê de Nevermind"

Fonte: Igor Miranda/whiplash.net
Publicado em: 01/09/2021 às 09h21

Frances Bean Cobain, filha do falecido vocalista e guitarrista do Nirvana, Kurt Cobain, manifestou-se pela primeira vez sobre o processo movido por Spencer Elden, o protagonista da capa do álbum "Nevermind" (1991), contra a banda. Elden acusa o grupo de pornografia infantil.

Em uma publicação na rede social Facebook, Frances relembrou das diversas ocasiões em que Spencer recriou a capa de "Nevermind". Ao longo dos anos, o rapaz reproduziu a mesma foto para outros veículos de comunicação - em alguns casos, admitindo ter cobrado para fazer o trabalho.

"Quando estar na capa de um álbum do Nirvana te traumatizou tanto como uma criança que você recriou a cena várias vezes antes de decidir finalmente processar a banda", afirmou a filha de Kurt, ao compilar fotos de recriações feitas em 2001, 2007, 2011 e 2016, além de uma ocasião em ano não identificado.

Em outro post, Frances compartilhou um meme que mostra Spencer, em 2021, com uma mala de dinheiro em vez de apenas uma cédula, como no retrato original de 1991. O conceito de que Elden estaria atrás de grana foi mantido em mais um post anterior.

Spencer Elden vs. Nirvana

A ação de Spencer Elden contra o Nirvana foi movida na justiça americana através do escritório de advocacia Marsh Law Firm PLLC e apresentada ao tribunal de Los Angeles. Nela, Elden afirma que a clássica imagem que estampa o disco desrespeita leis federais de pornografia infantil.

Os músicos remanescentes do Nirvana, o espólio de Kurt Cobain, o fotógrafo Kirk Weddle e um conjunto de gravadoras foram acusados.

De acordo com o site Blabbermouth, Elden, que hoje tem 30 anos de idade, alega que seu "nome legal e identidade estão para sempre ligados à exploração sexual comercial que sofreu como menor de idade, distribuída e vendida em todo o mundo desde o momento em que ele era um bebê até os dias atuais".

Fonte: Igor Miranda/whiplash.net