Blogs

Publicado em 12/06/2020

A maioria das pessoas acaba preferindo ficar do mesmo jeito

Por: Simone Cortez

Qualquer mudança significativa dói, as minhas, na maioria sim. Inicialmente me colocam em perigo ou em alguma situação de dor, repito os erros, depois vem a ressignificação total, mas por aí se vão meses ou até alguns anos. O amor é também uma fonte de aprendizado, mas por ali, poucas coisas acontecem.

A dor é inevitável, mas manter o sofrimento é opcional, quando aceitamos que somos fortes o suficiente e que essa dor é para o aprendizado, tudo faz sentido. Então, levantar a cabeça fica por sua conta! O que causa dor e desconforto não é a mudança em si, e sim a resistência. A pessoa sabe que deve mudar ou transformar o que a incomoda, mas emocionalmente ela está apegada a um mesmo padrão.

Existem 3 coisas que devemos manter segredo se ainda não chegamos lá: cuidar os comentários negativos contra terceiros, além de mostrar muito quem você é, quando estiver no ápice isso não terá importância, estará mais ocupado e feliz com você; não divulgar suas metas pessoais antes de atingi-las, pois qualquer fato novo nela terá de dar explicações desnecessárias da sua vida; suas conquistas emocionais não precisam ir parar na rede social, ela será notória, se for verdadeira;

Permanecer do mesmo jeito também dói e aí vem a escolha de qual dor vai preferir! A maioria das pessoas acaba preferindo ficar do mesmo jeito, acreditando que um dia a dor passa, porém lembre-se: não há evolução naquilo que está imóvel, ouse mudar e seja feliz! Afinal viemos neste mundo para evoluir!

#dilemasdomundomoderno

Deixar um comentário