Blogs

Publicado em 01/02/2020

Quanta elegância!

Por: Simone Cortez

A roupa? O make? A gravata ou os relógios? Não! Ser elegante vai além, é algo que a gente carrega e não veste. Regras de etiqueta, educação e bom comportamento. Sabe o que é mesmo elegante? Ter bom senso e respeito, pois o salto, não te faz melhor. As atitudes enfeiam pessoas, vulgarizam roupas de grife.

Incluímos nessa lista ter interesse por tudo que tenha conteúdo, desde que você saiba o que é ter conteúdo, até porque é um dado objetivo e não subjetivo. Ser elegante é muitas vezes se interessar por algum assunto que não é sua praia, ou por cultura ou por se permitir dialogar com as outras pessoas e grupos, aprendemos tanto, gente! Saímos da nossa zona de conforto para esse mundo tão imenso, nos oportunizando a vivenciar novas paixões que passavam desapercebidas até então, porque não?

Descarto atribuir a elegância única e exclusivamente no que se veste ou estilo, embora as roupas falem muito sobre você, e eu, particularmente, falo delas nas minhas redes sociais todos os dias, hoje descrevo nos dilemas do mundo moderno a elegância sob outro prisma, pelas profundezas do nosso eu, pelo tato social, pela nossa reforma íntima. O bom dia sincero para o porteiro que passou a noite cuidando de você, o saber ouvir quando o outro fala, o agir com firmeza, sem agredir e o sorriso quando é a única coisa que se pode fazer numa determinada situação, já nos destaca elegantes, calçando uma simples havaianas.

Pierre Balmain- um designer de moda francês refere que e “elegância é a arte de se fazer notar, misturada ao cuidado sutil de se deixar distinguir”.

#Dilemasdomundomoderno

Deixar um comentário