Blogs

Publicado em 03/08/2019

SEGUNDA SEMANA DOS HORMÔNIOS DA FELICIDADE!

Por: Simone Cortez - Foto: Divulgação

Além de participar do Sistema Límbico, que modula o comportamento e as emoções, chamado de hormônio do prazer, do amor, do sexo e da felicidade, a DOPAMINA é assunto comum em revistas e sites que tratam de sexo. Essa comunicação de neurônios também atua em diversos sistemas do organismo, como a regulação motora dos movimentos voluntários, do humor, das vias da memória, da atenção, entre outras.

Este neurotransmissor nos estimula a buscar o objetivo, seja desse parceiro, desse trabalho, enfim, dessa recompensa determinada. Os cientistas indagam por que ela nos impulsiona a buscar coisas que as vezes podem até serem negativas, como por exemplo, o consumo de drogas. Sim, existem pessoas que neurologicamente têm um excesso desse neurotransmissor, perfis acostumados a procurar emoções constantemente, uma perseverança quase compulsiva, que às vezes se relaciona com certos vícios.

Uma baixa no nível desta substância resulta em humor deprimido e baixa capacidade de concentração e memória, mas para aumentar a DOPAMINA no corpo existem saídas naturais como o exercício físico, a meditação, a Vitamina B6 ou o L-Fenilalanina, encontrados em farmácias comuns.

Assim, ao ativar o campo da autorecompensa: agradar a si próprio, consultar determinados alimentos com seu nutrólogo, dormir bem, aproveitar o sol agradecendo as mínimas coisas, iniciaremos o processo natural do aumento da DOPAMINA no nosso organismo.

Pare tudo! Ouça música, dance, libere geral! "Buscando a felicidade nas profundezas do nosso eu".

 

Deixar um comentário