Grey’s Anatomy | Tudo o que podemos esperar da 15º temporada

Fonte: Omelete
Publicado em: 21/09/2018 às 12h08

Prestes a bater um recorde, Grey’s Anatomy fará de sua “temporada do amor” um ano de grande retornos

Até o ano de 2018 a série ER (Plantão Médico, no Brasil) era o drama médico mais longo da história da televisão mundial. De lá saíram nomes como George Clooney e Juliana Margulies. Porém, com a vindoura décima quinta temporada de Grey’s Anatomy, o trono de ER passa a ser ameaçado, já que as duas séries agora ocupam o posto fantástico de permanecerem por quinze temporadas na TV. Será apenas no ano que vem, se Grey’s engrenar seu décimo sexto ano, que Meredith Grey (Ellen Pompeo) poderá ser coroada a rainha definitiva dos dramas médicos.

Dito isso, já é possível vislumbrar quais seriam as maiores transformações e viradas que nos esperam no próximo ciclo. Terminamos a 14ª temporada com o casamento de Alex (Justin Chambers) e Jo (Camilla Luddington), com as saídas de April (Sarah Drew) e Arizona (Jessica Capshaw) e com a volta de Teddy (Kim Raver) grávida de Owen (Kevin McKidd). A finale, apesar de agitada, também optou pela saída otimista e isso também levanta questões sobre qual será o futuro da temporada que está por vir.

AUSÊNCIAS DE APRIL E ARIZONA

As ausências de April e Arizona devem interferir pouco no que já está estabelecido. Arizona não deixa “órfãos” românticos (Callie já está fora) e a conturbada relação de April com Jackson já estava encerrada. Alex já é um cirurgião com a mesma especialidade de Arizona e o hospital já tem Owen como cirurgião geral. As saídas das duas não devem causar nem mesmo substituições

TEDDY

A chegada de Teddy vai mexer principalmente na relação entre Owen e Amalia, já que a médica retorna grávida. Isso não é muito animador, já que Amalia e Owen são personagens que aparentemente só são desenvolvidos pelo viés da complicação e da melancolia. Isso é condizente com suas histórias, mas é cansativo também. Mais rodadas de Amalia agindo bizarramente porque não sabe expressar suas emoções não seriam bem-vindas.

THATCHER

Outro grande retorno anunciado foi o de Thatcher, o conturbado pai de Meredith. O personagem ficou mais de sete anos sem dar notícias e não apareceu nem quando Lexie morreu. Essa ausência tem a ver com a participação do ator Jeff Perry em Scandal. Com o fim da série de Olivia Pope, os produtores viram a chance de trazer Thatcher de volta. Considerando que depois de sete anos a vida e a cabeça de Meredith mudaram muito, é provável que esse seja um retorno de redenção e não de mais tragédia.

CROSSOVERS COM STATION 19

Essa só é uma boa notícia se você for fã de Station 19. O genérico da ABC sobre um batalhão de bombeiros deve se cruzar com o Grey Sloan Memorial mais vezes nessa temporada. O quase nenhum carisma da nova série se encontra com o quase nenhum carisma de Ben Warren e a receita do crossover pode acabar desandada.

 ORTHO GOD

Alguns podem conhecer Chris Carmack das séries The OC e Nashville, mas aqueles que não conhecem poderão conhecer quando ele surgir como o novo ortopedista do hospital. Pelo trailer que já foi liberado dá para perceber que os roteiristas pretendem trazer de volta aquela atmosfera McDreamy/McSteamy. Contudo, o novo personagem não vai ficar conhecido como McSomething e sim como Ortho God. Resta saber por quem ele vai se interessar - seria interessante que ele fosse gay e se interessasse por um dos novos internos, por exemplo.

MEREDITH & DELUCCA

DeLucca já tinha tentado uma investida em Meredith, mas vê-los juntos no trailer da temporada deixou todo mundo meio chocado. Ellen Pompeo disse em uma entrevista que Meredith vai ter muitos encontros, mas que não prevê nenhum relacionamento. Achamos que DeLucca será só uma diversão para a doutora.

SEASON OF LOVE

Mais de um membro do elenco já tinha declarado que essa seria a “temporada do amor”. A notícia é preocupante: já faz bastante tempo que Grey’s Anatomy não tem um casal pelo qual o público torça para valer e os que estão em vigência parecem desconfortáveis nessas posições. A aposta está em casais que se formem com personagens novos ou em combinações inesperadas. Ou que as relações entre Owen e Amalia; Jackson e Maggie; Jo e Alex, sejam trabalhadas além das complicações desnecessárias.

SCOTT SPEEDMAN

Depois de uma participação pequena na temporada passada, o médico vivido por Scott Speedman – e que flertou com Meredith – é uma possibilidade forte no elenco desse ano. Isso porque o personagem que o ator faziam em Animal Kingdon morreu e isso significaria liberação para integrar a turma de Grey’s.

GREY’S TRAGEDY

Desde a infame morte de Derek que as tragédias da série estão sob certa observação. Usados como muletas em muitas das vezes, as tragédias entraram no modo pausa e quando saíram não foram satisfatórias (vide a quase morte de April no ano passado). Os rumores falaram em algo grande acontecendo dessa vez e a própria showrunner chegou a dizer que as conversas sobre isso aconteceram. Há quem garanta que o próximo da lista é ninguém menos que Richard Webber.

MEREDITH GREY

Soberana e totalmente empoderada, Ellen Pompeo fechou um acordo de 20 milhões e garantiu a décima quinta e a décima sexta temporada. Depois de alguns anos sem um par romântico – e com essa história de “temporada do amor” – muito se falou num novo par para a protagonista. Contudo, os produtores já disseram que Ellen foi bem clara em afirmar que não tem interesse em plots românticos. Por isso, deveremos ver Meredith às voltas com o papel de mãe solteira e batalhando com uma investigação médica. Ou seja, a personagem pode ser a melhor coisa desse próximo ano.