Agronegócio

Associação dos Arrozeiros de Camaquã assume operações da Cesa

Assembleia nesta semana ainda apresentou nova diretoria
Por: Valesca Luz / Acústica FM - Foto: Valério Weege / Acústica FM - Alex Soares / Conexão Rural
Publicado em: 02/06/2021 às 09h55
Atualizado em: 12/08/2021 às 16h14
Associação dos Arrozeiros de Camaquã assume operações da Cesa

Foi definido após assembleia na noite de segunda-feira (02) a nova diretoria da Associação dos Arrozeiros de Camaquã. Volzear Longaray Junior assume o cargo de presidente em substituição de José Carlos Gross. Ainda durante a assembleia, foi anunciado a nova administração da Companhia Estadual de Silos e Armazéns (Cesa) através de contrato de sessão de uso por oito meses.

> Receba todas as notícias da Acústica no seu WhatsApp tocando aqui!

De acordo com o arrozeiro, Gross em entrevista ao Canal Conexão Rural, a associação assumiu as operações após negociações com o Governo do Estado. A entidade possui expectativa de adquirir o local com objetivo de desenvolvimento da região, no entanto o patrimônio público é avaliado em R$ 20 milhões. A assembleia aprovou o fechamento das negociações por unanimidade.

Foto: Alex Soares / Conexão Rural 

Conforme a reportagem de Alex Soares, a Associação vai assumir as operações da Cesa local, que armazena por safra mais de 700 mil sacos de arroz, atendendo 153 produtores de grãos. A entidade busca criar uma cooperativa de arrozeiros ligada à associação.

Após a assinatura do contrato, a quantia próxima de R$ 50 mil por mês deverá ser paga ao governo, para retirar as duas unidades de Camaquã da lista de leilões, é necessário finalizar a negociação de compra que está em andamento.