Search
Camaquã
21°C
Camaquã
21°C
Saúde

“A UPA funciona para urgência e não para atestados de trabalho”, diz Luciano Dias

Em entrevista, o secretário de saúde fala sobre cobertura de atendimentos e unidades de serviços
Foto: Bruno Bonilha/Acústica FM
Foto: Bruno Bonilha/Acústica FM

O secretário municipal de saúde de Camaquã, Luciano Pereira Dias, concedeu entrevista na manhã desta terça-feira (02), ao Programa Primeira Hora. Em pauta, o gestor falou sobre as unidades atendimentos e o fornecimento de serviços psicossociais.

Ao iniciar sua fala, o secretário fala que o município encerrou o ano de 2023, com uma abrangência de 100% no atendimento básico de saúde na área urbana e o atendimento na área rural através de um Estratégia de Atenção Primária (EAP).  Mas destaca que a população necessita ainda necessita entender, quando é necessário buscar o atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA):

“A UPA funciona regularmente bem, já sabemos os dias que ocorrerá tumultos em funções pós feriados. Mas as pessoas devem ter entendimento que é uma unidade que devemos buscar para uma urgência. A UPA não é para dar atestados para trabalho”, diz o gestor.

O atendimento ocorre segundo uma avaliação da gravidade da situação. Esta triagem possibilita um atendimento mais eficaz e de qualidade, com resolutividade e responsabilidade.

Modelo de atendimento de acordo com cores.

Significado das cores:

  • EMERGÊNCIA: Caso gravíssimo, com necessidade de atendimento imediato e risco de morte.
  • URGÊNCIA: Caso de gravidade moderada, necessidade de atendimento médico, sem risco imediato.
  • POUCA URGÊNCIA: Caso para atendimento preferencial nas unidades de atenção básica.
  • NÃO URGENTE: Com orientação para procurar saúde pública. Tempo de espera aproximado a 5 horas. Os casos de urgência serão priorizados

Confira a entrevista com o secretário.

Tags: Camaquã, Saúde, Upa