05/07/2018 08h47 - Atualizado em 05/07/2018 08h47

Dnit não vai operar socorro mecânico e postos de serviço ao assumir freeway

Órgão detalhou como será feita conservação da rodovia e funcionamento da ponte do Guaíba
Por: Valesca Luz Foto: Ricardo Giusti
Dnit não vai operar socorro mecânico e postos de serviço ao assumir freeway

A entrada da gestão do Dnit no lugar da concessionária Triunfo Concepa vai deixar os usuários da BR 290 (freeway) e de trecho da BR 116 até Guaiba sem dois serviços: atendimento mecânico em caso de problemas e os postos de serviço ao usuário.

Conforme o superintendente regional do Dnit/RS, Allan Magalhães Machado, a informação do horário do içamento do vão móvel da ponte do Guaiba será feita no site do Dnit. Quantos aos serviços, Machado esclarece que os acidentes serão atendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF/telefone 191) e o caso de socorro médico será prestado via Samu (fone 192).

A manutenção da qualidade das rodovias, conforme o engenheiro, virá da destinação de R$ 40 milhões até fevereiro de 2019, quando a ANTT deverá promover a licitação. Os recursos à conservação da freeway e do trecho da BR 116 virão do orçamento do Dnit para o Estado, que em 2019 será de R$ 300 milhões, informa o superintendente.

Em relação ao içamento do vão móvel, a operação será com a HHTec - o contrato foi assinado nesta quarta-feira, ao custo de R$ 1 milhão/mês. São três serviços: içamento do vão, segurança e iluminação das três praças de pedágio (duas na freeway e uma em Guaíba).

Deixar um comentário