16/05/2018 08h41 - Atualizado em 16/05/2018 08h41

Expoleite/Fenasul inicia nesta quarta-feira no Parque de Exposições de Esteio

Para este ano está prevista a participação de 150 exemplares de gado leiteiro, aves e cavalos da raça árabe.
Por: Ascom Seapi - Foto: Divulgação
Expoleite/Fenasul inicia nesta quarta-feira no Parque de Exposições de Esteio

O Parque de Exposições Assis Brasil de Esteio recebe, a partir desta quarta-feira (16), a 41ª Expoleite/14ª Fenasul, com programação que inclui exposições, julgamentos, entrega de prêmios, concurso leiteiro, eleição da nova diretoria da Gadolando, e o já tradicional banho de leite para os vencedores. A feira tem entrada gratuita e ocorre até o dia 20.

O presidente da Gadolando, Jorge Fonseca, revela que para este ano está prevista a participação de 150 exemplares de gado leiteiro, aves e cavalos da raça árabe. Outro atrativo para os visitantes será a Exposição da Federação Internacional de Criadores de Cavalo Crioulo (FICCC), considerada a Copa do Mundo da raça, evento itinerante que retorna ao Brasil após nove anos, e que conta com participantes de Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai.

Para o secretário Odacir Klein, "a Expoleite vem para dar mais visibilidade à cadeia leiteira, evidenciando a importância deste segmento e trazendo à tona o valor da atividade rural para toda a comunidade".

A abertura oficial acontece às 17h desta quinta-feira (17). Além da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi) participam da organização da Fenasul/Expoleite, o Sindicato da Indústria de Laticínios do RS (Sindilat), a Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Fetag), a Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), a Associação dos Criadores de Gado Holandês do Rio Grande do Sul (Gadolando), a Federação Brasileira das Associações de Criadores de Animais de Raça (Febrac), a Associação dos Criadores de Gado Jersey.

A Expoleite/Fenasul conta com o patrocínio do Banrisul, Banco de Desenvolvimento da Região Sul (BRDE), Badesul, Italac, Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Sindilat e Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV).

Deixar um comentário