13/02/2018 10h18 - Atualizado em 13/02/2018 10h18

Morte, alta velocidade e atropelamento marcam feriado em rodovias do sul do RS

Um acidente com morte na BR-392, veículos sendo flagrados em alta velocidade e atropelamento ocorreram no fim de semana de Carnaval
Por: Gaúcha ZH - Foto: Divulgação
Morte, alta velocidade e atropelamento marcam feriado em rodovias do sul do RS

O feriado de Carnaval nas rodovias do sul do RS ficou marcado por pelo menos três graves fatos. Um acidente com morte aconteceu na BR-392 na noite de sexta-feira (9) e, no mesmo local da rodovia, o radar móvel flagrou dois veículos em alta velocidade. Na manhã de domingo (11), um policial rodoviário foi atropelado por um motorista que apresentava sinais de embriaguez e tentava fugir de uma barreira na RS-734. Durante a segunda-feira (12) e a madrugada desta terça-feira (13) não foram registradas outras ocorrências na região.

A morte na BR-392 ocorreu no km 56, entre o pedágio do Capão Seco e a ponte do Rio São Gonçalo, emRio Grande. O condutor teria deparado com uma capivara na pista e acabou atropelando o animal, perdendo o controle do carro e colidindo contra a cabeceira da ponte. A vítima não resistiu e morreu no local.

No sábado (10), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) intensificou as operações com radar nas rodovias e escolheu pontos estratégicos para fiscalizar – locais em que os condutores, geralmente, excedem os limites de velocidade. Numa dessas ações, a equipe da PRF flagrou, também no km 56 da BR-392, um veículo acima da velocidade permitida, trafegando a 155km/h, onde o limite é 100km/h. Outro veículo foi flagrado a 133km/h no mesmo local.

O chefe da Delegacia da PRF de Pelotas, Fabiano Goia, acredita que ações desse tipo podem alterar o comportamento dos condutores e conscientizar todos que trafegam pelas rodovias federais que é importante respeitar as leis de trânsito.

- Somente assim os condutores chegarão aos seus destinos de forma segura - afirma.

Perseguição em rodovia estadual

Às 6h de domingo, (11), os policiais do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), estavam em uma barreira no km 1 da RS-734 – estrada que liga o centro de Rio Grande ao Cassino - para fiscalização de veículos, quando um policial avistou um veiculo desviando dos cones colocados na pista. Foi dado o sinal para que o condutor parasse na pista, mas mesmo depois de diminuir a velocidade, o motorista acelerou e atropelou o policial, que caiu de costas batendo a cabeça no asfalto e tendo que ser socorrido por seus colegas.

Após perseguição, por outros dois policiais, o condutor foi abordado em frente a sua residência. Ele se negou a fazer o teste do etilômetro. Ele recebeu voz de prisão, passou por exames de praxe e foi apresentado na delegacia, onde o delegado de plantão estipulou uma fiança de R$ 5 mil e determinou a apreensão do veiculo para perícia. O policial atropelado foi internado na Santa Casa, mas passa bem e já recebeu alta.

Deixar um comentário