Blogs

Publicado em 09/07/2018

ILUSÃO E EXCESSO DE OTIMISMO

Por: Gilberto Simões Pires Foto: Divulgação

O povo brasileiro, inexplicavelmente, quando se defronta com um problema ou mesmo uma competição, como é caso da Copa do Mundo, nunca esconde o quanto se deixa levar pela ILUSÃO (que nada mais é do que viver um engano ou uma percepção falsa da realidade) e pelo EXCESSO DE OTIMISMO.

Vejam, por exemplo, que na medida em que o Brasil cumpria os jogos da Copa, os brasileiros em geral, nas suas constantes manifestações diziam, de forma uníssona, que o Brasil -SEM A MENOR DÚVIDA- sairia deste mundial com o título de Hexa Campeão.

É preciso ter sempre em mente que quem se deixa levar pela ilusão e pelo excesso de otimismo, geralmente está esquecendo que a probabilidade de PERDER não só existe como está presente em todas as situações. Isto vale, obviamente, para todas as competições.

Se estes eternos ILUDIDOS e/ou dotados de EXCESSO DE OTIMISMO, bastante influenciados pela mídia, não se preparam para uma sempre possível derrota e/ou desclassificação no Mundial, na economia e nas contas públicas, que vão de mal a pior, aí a situação é ainda mais dramática: além do brutal desconhecimento, a maioria crê que se -DEUS QUISER- tudo vai acabar bem.

Vejam, por exemplo, o que acontece apenas com as contas da PREVIDÊNCIA da União, dos Estados e Municípios. Em todos os níveis, o que mais se vê é ROMBO e mais ROMBO. Pois, mesmo assim a REFORMA DA PREVIDÊNCIA não acontece. Pode?

Ou seja, nem mesmo esta flagrante e acachapante DERROTA, onde as contas da PREVIDÊNCIA estão, literalmente, MATANDO o Brasil, os Estados e Municípios, consegue mexer com os ânimos dos brasileiros, que preferem se manter ILUDIDOS /ou com EXCESSO DE OTIMISMO, na certeza de que com fé tudo se resolve.

Deixar um comentário